Costela com molho de mostarda - Foto: Wagner Ramos/Divulgação
À mesa

Reteteu: a nova cozinha regional de Thiago das Chagas em casa

Para quem ama a cozinha nordestina, o restaurante é uma ótima opção

Ele estava reticente no começo, mas Thiago das Chagas, chef e proprietário do Reteteu, aderiu ao sistema de entregas de sua comida. O que não é pouco – e passa longe de ser apenas mais um (bom) delivery gastronômico no Recife. Agora, se pode ter em casa a gastronomia de um dos chefs que sintetiza com excelência a nova cozinha nordestina.

Chef Thiago das Chagas – Foto: Divulgação

Ex-participante do reality Mestre do Sabor, da Rede Globo de Televisão, fundador do Slow Food no Recife, o chef Thiago das Chagas é um fiel praticante das prerrogativas do movimento surgido na Itália: defensor dos costumes locais, evita ingredientes processados e se concentra insumos vindos de produções familiares de pequena escala. Formado pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, Portugal, e com passagem em restaurantes como o londrino O Viajante, do chef Nuno Mendes, procura fazer uma cozinha estilosamente “caseira”. Seus pescados, por exemplo, são encomendados das comunidades pesqueiras da cidade de Goiana, a 60 quilômetros da capital.

A partir do dia 20, o Reteteu poderá voltar a receber clientes – Foto: Wagner Ramos/Divulgação
Leia Mais

Serviços de alimentação reabrem no dia 20 de julho

Esse cardápio de entregas do Reteteu, localizado na Zona Norte do Recife, conta também com um pequeno capítulo com opções do São Pedro, o pequeníssimo restaurante de frutos do mar mantido por Thiago no Pátio de São Pedro. De lá, por exemplo, o já clássico Baião de dois de peixe (R$ 63,50, para dois), arroz vermelho e feijão verde com nata do sertão de filé de pascada.

Das entradas, há uma tábua sertaneja, com linguiça de bode de Serra Talhada, pasta de queijo de cabra, geleia de umbu e pão artesanal (RS 39) ou uma mais que robusta (divida!) e suculenta coxinha com massa de macaxeira e costela bovina bem desfiada e maionese da casa (R$ 13). Além disso, das assinaturas da cozinha de Tiago, está o famoso cupim cozido em baixa temperatura com molho escuro de mel de engenho, macaxeira frita, farofa na manteiga e arroz (para um, R$ 48,90) ou para dois (R$ 87,50).

Coxinha de costela – Foto: Wagner Ramos/Divulgação
Cupim do Reteteu – Foto: Wagner Ramos/Divulgação

Mas se quer talhar de vez a memória do paladar, invista na costelinha de porco assada muito lentamente no forno, delicadamente untuosa, quase metafísica no paladar de tão macia, com purê de banana da terra, saladinha e arroz: um passaporte imediato para a felicidade. A cozinha de Thiago das Chagas é plena de identidade, mas esbanja prazer em abundância.

Costela com molho de mostarda – Foto: Wagner Ramos/Divulgação
Leia Mais

Zio Cucina: comida confortável de acento italiano

Dali, chega a carne do crustáceo, bem temperadinha com cheiro verde, dos mini pasteis de caranguejo, ideais para se abrir os trabalhos à mesa. De peixe fresco em molho fumegante de leite de coco e dendê, a moqueca é outro artigo de sedução na casa. Preservando o costume bem brasileiro, a maior parte dos pratos é servida para ser compartilhada.

Pastel de caranguejo – Foto: Divulgação
Caldinho do mar – Foto: Divulgação
Moqueca – Foto: Wagner Ramos

No cardápio, contudo, predominam ingredientes do sertão. Caso da Tábua sertaneja (linguiça de bode, pasta de queijo de cabra, geleia de umbu e pão da casa) ou a carne de sol acebolada na manteiga de garrafa da cidade potiguar de Caicó, famosa pelo ingrediente, com purê de macaxeira e queijo coalho, arroz, mexidão de feijão verde e vinagrete.

Carne de sol – Foto: Wagner Ramos

Além disso, o ambiente não poderia ser mais pernambucano. Mais da metade das mesas está disposta sob árvores frutíferas no quintal de uma singela e charmosa casinha recifense de bairro dos anos 1950. Nos finais de semana, aliás, se pode tomar um farto café da manhã regional repleto de clássicos pernambucanos. Entre os quitutes, macaxeira (mandioca) e cuscuz de milho com ovos caipira, queijo coalho e carne de sol ou de bode, com café, sucos, iogurtes e bolos do dia.

Para sobremesa, o bolo de chocolate denso e tépido – Foto: Divulgação

Reteteu: Rua Professor Otávio de Freitas, 256, Encruzilhada. Fone:  3204-4137 | 98176-4137. www.reteteu.com.br

Siga RJ nas Redes Sociais