Acontece Política

Malvino Salvador fala sobre voto em Bolsonaro e critica governo

Malvino Salvador fala sobre voto em Bolsonaro e critica governo
Malvino Salvador - Foto: Dêssa Pires/Divulgação
Ator falou sobre política, cultura, meio ambiente e economia.

O nome do ator Malvino Salvador aparece entre os assuntos mais comentados do Twitter neste domingo (22). O fato está relacionado a entrevista publicada às 23h15 da noite deste sábado (21) na coluna Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.

A repercussão na rede social se dá porque o ex-global, que não teve o contrato renovado com a emissora, classificou como pragmático o voto em Jair Bolsonaro nas eleições de 2018. Segundo o artista, ele votou no atual presidente por não desejar que a oposição assumisse o poder.

Malvino Salvador fala sobre voto em Bolsonaro e critica governo
Malvino Salvador falou sobre voto em Bolsonaro em 2018  – Foto: Divulgação

“Não sou daquela coisa de me abster, votar em branco ou nulo. Acho que a gente precisa votar. O meu voto naquele momento foi um voto pragmático, foi uma escolha que eu fiz diante do que eu via, da minha insatisfação com quem poderia entrar no poder [PT]. Mas isso não quer dizer que eu apoie a outra pessoa [Bolsonaro]”, diz em um trecho da matéria assinada pela repórter Bianka Vieira.

Leia mais

Portugal volta a proibir viagens para conter avanço da Covid-19

Segundo a reportagem, aliás, Malvino não escondeu o descontentamento ao ser perguntado sobre o seu posicionamento nas últimas eleições presidenciais e sobre o voto em Jair Bolsonaro. Ele também afirmou que não vê com bons olhos os extremismos políticos.

Malvino Salvador fala sobre voto em Bolsonaro e critica governo
O ator durante sua chegada em Fernando de Noronha após retomada do turismo durante a pandemia – Foto: Blog Viver Noronha

“O extremismo e o populismo são, na minha opinião, muito ruins em todos os aspectos, seja de direita ou de esquerda. É preciso haver mais diálogo entre os líderes, diálogos mais saudáveis. Está virando tudo uma panfletagem política. Você não vê confronto de ideias, é um xingando o outro”, comentou.

Durante a entrevista, ele também criticou a atuação do governo federal em relação ao meio ambiente, descrevendo-a como leviana. “A gente sabe que é difícil, que o país é muito grande, a floresta é muito grande. Mas, ao mesmo tempo, quando você chega diante de uma TV e não se mostra comprometido com essas questões, é muito ruim”.

Leia mais

Famosos cobram justiça por homem negro assassinado no Carrefour

Quando questionado se apoiaria uma eventual chapa formada pelo apresentador Luciano Huck e o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, respondeu: “Acho que qualquer um pode se aventurar na política. E tomara que eu seja surpreendido positivamente”.

Malvino Salvador é casado com a atleta Kyra Gracie  – Foto: Divulgação

Malvino ainda falou sobre os ataques que enxerga à cultura: “É difícil as pessoas reconhecerem o quanto ela é importante para o país. A cultura é que faz a união e a identidade de um povo”. E acrescentou defendendo os incentivos à área. “A Lei Rouanet virou como se fosse uma coisa do diabo, onde as pessoas ganham dinheiro adoidado, e não é assim. A gente sabe que existem distorções, sim, é preciso corrigir, mas tem uma infinidade de gente que vive da cultura através de incentivos fiscais.”, disse.

Ele citou o exemplo do teatro, em que, segundo ele, muitas vezes torna-se inviável entrar em turnê com espetáculos sem o apoio de políticas públicas. “Como é que você produz uma peça viajando por recantos do país, podendo levar a cultura para um espectro mais amplo de sociedade, pagando passagem aérea, hospedagem? Sem incentivo fiscal, é impossível. A bilheteria não devolve isso”, afirmou.

Leia mais

Rainha Elizabeth e Príncipe Philip comemoram 73 anos de casamento

Além disso, Malvino, inclusive, também avaliou que a cultura deveria ser enxergada como outros segmentos, a exemplo do agronegócio. “O que eu venho percebendo é uma tentativa de vilipendiar a cultura. Não entendem que é preciso haver fomento. É preciso se pensar na cultura como se pensa no agronegócio e em outras áreas importantes, é preciso injetar dinheiro. O que me angustia nesses últimos anos é perceber uma violência desmedida e descabida contra ela. Virou a Geni”, disse fazendo alusão à música “Geni e o Zepelim”, de Chico Buarque.

O casal, aliás, comanda uma academia de jiu-jitsu – Foto: Divulgação

O ator, que também é empresário e comanda uma academia de jiu-jitsu ao lado da esposa, Kyra Gracie, atleta do esporte, também falou sobre as consequências da crise econômica causada pela pandemia. “Fiquei muito angustiado não só pelo que a gente passou, mas por ver muita gente quebrando. Muitas empresas no Brasil estão operando no limite. Isso me entristeceu, porque…”, disse, antes de se emocionar e ter a fala interrompida pelo próprio choro, segundo a reportagem da Folha de São Paulo.

Ele e a esposa, aliás, celebram o fato de o espaço ser amplamente frequentado por mulheres. “Nós conseguimos quebrar um paradigma com relação ao jiu-jitsu, que sempre foi tido como um esporte eminentemente masculino. Metade do nosso público é feminino. A gente consegue ter uma pluralidade muito grande na academia”, comemorou.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz