A alta do presidente foi adiada por, pelo menos, uma semana - Foto: DIvulgação
Acontece

Bolsonaro tem febre e deve ficar mais uma semana internado

Por conta da elevação na temperatura, o presidente foi submetido à antibióticos
SBD Da Vinci

Com informações da folhapress

Após ter uma parada intestinal no sábado (2), o presidente Jair Bolsonaro foi para unidade de cuidados semi-intensivos do hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde está internado há uma semana.

Segundo o boletim médico divulgado nesta segunda-feira (4), o presidente teve febre na noite de domingo (3) e exames laboratoriais mostraram acúmulo de líquido na região onde estava colocada uma bolsa de colostomia. A alta estava prevista para a quarta-feira (6), mas de acordo com o porta-voz da presidência, Otávio Rêgo Barros, o presidente deve permanecer internado até, pelo menos, a próxima segunda-feira (11).

“Apresentou, ontem à noite, elevação da temperatura (37,3 °C) e alteração de alguns exames laboratoriais. Foi iniciado antibioticoterapia de amplo espectro e realizados novos exames de imagem. Identificou-se uma coleção líquida ao lado do intestino na região da antiga colostomia. Foi submetido à punção guiada por ultrassonografia e permanece com dreno no local”, diz o boletim médico

As visitas continuam restritas, por orientação da equipe, e apenas a primeira-dama Michelle e um de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro, o acompanham. Nem o vice-presidente chegou à visitar Bolsonaro.

O presidente tinha planos de despachar direto do Albert Einstein e improvisou um gabinete ao lado do seu quarto, mas segue sem agenda e impedido de falar, por ordens médicas.

SBD La Fleur