Marina Motta dá dicas para você ficar tranquilo - Foto: Reprodução
Malas Prontas

Imigração: confira as dicas para viajar tranquilo

Marina Motta dá dicas para você ficar tranquilo na hora da sua viagem

Por Marina Motta – STB Recife

Algumas pessoas relatam certo receio em relação ao processo de entrada em alguns países. Claro que com cada país é soberano para permitir ou não a entrada de estrangeiros em seu território, é natural certa ansiedade e insegurança em, de repente, não saber  responder as perguntas usuais de forma satisfatória. Relaxe, fique calmo, se você está com toda a sua documentação em ordem, não há nada há temer. Na realidade, as perguntas formuladas têm sempre o mesmo teor: “Qual o propósito de sua viagem, estudo, trabalho ou negócios?”, “Quanto tempo você pretende ficar e quais são os seus vínculos com o seu País de origem?”. Tudo isso, para que eles se sintam assegurados de que você não tem intenções de imigrar. Só isso e nada mais.

Apenas para ilustrar e deixá-lo mais tranquilo, Marina Motta, do STB Recife, separou as perguntas mais feitas, normalmente em inglês. Confira:

  1. Can I see your passport, please? (Posso ver o seu passaporte, por favor?)
  2. What brings you here? (O que você veio fazer aqui?)
  3. It is your first time here? (É a sua primeira vez aqui?)
  4. Can I see your documents or school and accomodation confirmations, please? (Posso ver as suas confirmações de curso e de acomodação, por favor?)

Depois que passamos à imigração, algumas vezes, o cansaço, o nervosismo e certa insegurança ainda persistem em nos incomodar e, sem saber a razão, bate aquela sensação do famoso “branco”, comum depois de uma noite mal dormida e do estresse vivido antes da viagem. Pensando nesse momento resolvi citar algumas expressões utilizadas em inglês nos aeroportos, que nem sempre são tão familiares para todos, para ajudá-lo caso você necessite na sua chegada:

Check in: ato de se apresentar, no balcão da empresa aérea, munido dos documentos exigidos para o embarque, ou na recepção em um hotel ou qualquer outro tipo de hospedagem.

Overbooking: superlotação de voo ou hotel (quando são vendidos mais assentos ou quartos do que a capacidade física do avião ou do hotel).

Upgrade: elevação do nível de serviço. Ex: ser transferido da classe econômica para a executiva em avião ou do quarto de hotel padrão (standard) para um quarto categoria luxo.

Departures lounge: saguão de embarques.

Domestic flight: voo doméstico.

International flight: voo internacional.

Ticket: passagem.

Boarding pass/card: cartão de embarque.

Luggage (Reino Unido) / Baggage (USA): bagagem.

Hand luggage: bagagem de mão.

Excess baggage: excesso de bagagem.

Baggage claim: retirada de bagagem.

Last call: última chamada para embarque no voo.

Aisle seat: assento do corredor.

Window seat: assento da janela.

Waiting list: lista de espera.

Gate: porta.

ETA (estimated time of arrival): horário estimado de chegada.

ETD (estimated time of departure): horário estimado de partida.

To take off: decolar.

To land: pousar.

Delayed: atrasado.

Conveyor belt: esteira.

Customs: alfândega ou aduana.

Landing card: formulário de imigração.

Foreigners: estrangeiros.

Immigration office: imigração.

Transfer: serviço de translado pré-pago no Brasil ou no destino final, o passageiro terá à sua disposição um motorista que o aguarda, normalmente, no desembarque, com uma placa de identificação.

Mais tranquilo? Espero que sim! Mochila nas costas e nos vemos mundo afora!

SBD RHP 164 Anos