Es-presidente Michel Temer - Foto: Evaristo Sá/AFP
Acontece Política

Tribunal determina que Michel Temer volte para a prisão

O habeas corpus do ex-presidente foi revogado pela primeira Turma do Tribunal Regional Federal por dois votos à um

(Com informações da Folhapress) 

A primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) votou nesta quarta-feira (8) pela revogação do habeas corpus do ex-presidente Michel Temer e de João Baptista Lima Filho (Coronel Lima), acusado de ser operador financeiro do emedebista. Por dois votos à um, foi decidido que os dois devem voltar à prisão.

Formada pelos desembargadores Abel Gomes, que confirmou que não haviam fatos para justificar as prisões preventivas e Paulo Espírito Santo e Ivan Athié, que votaram para a retomada da prisão de Temer, a 1ª turma decidiu também que o habeas corpus concedido ao ex-ministro Moreira Franco (MDB) deve ser mantido.

Temer foi preso preventivamente no dia 21 de março, acusado de chefiar uma organização criminosa que recebeu R$ 1 milhão em propina sobre o contrato de construção da usina nuclear de Angra 3. O Ministério Público Federal afirmou que chega a R$ 1,8 bilhão o montante de propinas solicitadas, pagas ou desviadas pelo grupo de Temer. Segundo a Procuradoria, a organização age há 40 anos obtendo vantagens indevidas sobre contratos públicos. O ex-presidente nega todas as acusações.

No dia 2 de abril, Bretas aceitou duas denúncias contra o ex-presidente e Moreira Franco, que tornaram-se réus na Lava Jato do Rio. Temer responderá pelos crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro. O ex-ministro, por corrupção e lavagem.

Leia mais

Temer deixa prisão após decisão de juiz do TRF

Justiça manda soltar ex-presidente Michel Temer

Michel Temer é preso pela força-tarefa da Lava Jato

SBD VW T-Cross

Siga RJ nas Redes Sociais

RET Desk SJ Caruaru