Acontece

Filme e música animam mais um dia do FIG

Marcus Vilar, Marcelo Canuto e Cacá Teixeira no Cine Eldorado - Foto Fernando Figueiroa
O longa "Jackson, na Batida do Pandeiro" e os shows de Otto e Lenine encantaram o público

Mais uma noite de sucesso no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Com apresentações 100% pernambucanas no Palco Dominguinhos, Otto e Lenine fecharam a noite em grande estilo. Clássicos e sucessos mais recentes, além de versões de hits de outros artistas compuseram os repertórios e conduziram a plateia para mais um dia inesquecível. No polo audiovisual, o filme sobre Jackson do Pandeiro encantou a todos. Após 16 anos de produção, o longa finalmente estreou em terras pernambucanas.

Música

Veterano no FIG, Otto levou ao palco seu show de 20 anos do álbum ‘Samba Pra Burro’. Um dos pontos mais altos do show foi a homenagem que o cantor fez a Jackson do Pandeiro. Ele entregou o microfone ao amigo Silvério Pessoa, que cantou o sucesso “O canto da Ema”. Fechando a noite, Lenine animou o público com grandes sucessos de sua carreira. O cantor ainda aproveitou o dia para prestigiar o longa-metragem sobre Jackson do Pandeiro.

Silvério Pessoa, Otto e Lenine – Foto: Felipe Souto Maior/ Divulgação
“Jackson, na Batida do Pandeiro”

A programação cinematográfica do FIG teve como ponto alto, na quarta-feira (24), a exibição do filme “Jackson, na Batida do Pandeiro”, dos  paraibanos Marcus Vilar e Cacá Teixeira. O documentário levou 16 anos para ser produzido, entre ideia e execução, e conta com depoimentos como Gilberto Gil, João Bosco e Gal Costa. O presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, fez questão de prestigiar a sessão.

Leia Mais

Maestro Duda estreia novo palco do FIG

FIG 2019 tem viés político contra Jair Bolsonaro

O longa-metragem, exibido no Cine Eldorado, mostra uma linha do tempo da carreira musical de Jackson. Paraibano de Alagoa Grande, o músico deixou sua cidade para se apresentar em Campina Grande (PB), João Pessoa (PB), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ). Sua vida pessoal também é retratada com depoimentos da ex-esposa, Almira Castilho, sua viúva Neuza Flores e familiares do cantor. Alceu Valença, Gal Costa, Geraldo Azevedo, Gilberto Gil e outras personalidades da música também participam do filme.

“É maravilhoso poder exibir esse filme aqui no Festival onde ele é o grande homenageado, principalmente por ser em Pernambuco, o estado em que Jackson estourou profissionalmente nos anos 50”, comentou o co-diretor do filme, Marcus Vilar.

Jackson na Batida do Pandeiro, Polo audiovisual do FIG 2019 – Foto: Camila Queiroz

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz