Pimentel morreu aos 84 anos no dia 14 de agosto de 2018 - Foto: FolhaPE
Acontece

José Pimentel ganha missa in memorian em Olinda

O ator e diretor morreu aos 84 anos no ano passado

A Igreja do Carmo, em Olinda, recebe, nesta quarta-feira (14), uma missa em memória ao falecimento de 1 ano do ator e diretor José Pimentel. A celebração, que ocorrerá às 19h30, será comandada pelo pároco Luís Nunes. A solenidade vai reunir amigos, familiares e fãs do dramaturgo. O prefeito de Olinda, Professor Lupércio; o vice-prefeito, Márcio Botelho, secretários e demais autoridades estarão presentes.

Leia Mais

Morre José Pimentel, aos 84 anos

Trajetória

Pimentel morreu aos 84 anos no dia 14 de agosto de 2018. O ator, diretor, dramaturgo, professor de teatro e conhecido como o “eterno Jesus” dirigiu e atuou o espetáculo da Paixão de Cristo durante 40 anos. Nascido em Garanhuns, desde a década de 1950, encenou, dirigiu e escreveu diferentes espetáculos teatrais. Com a saída do ator Carlos Reis, em 1978, da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, interpretou o papel do filho de Deus pela primeira vez. Desentendimentos com os produtores de Nova Jerusalém fizerem Pimentel deixar o espetáculo em 1996, mas não o papel. No ano seguinte, estreou a Paixão de Cristo do Recife, que começou no Estádio do Arruda, sendo transferido para o Marco Zero em 2001.

O espetáculo de Páscoa, no entanto, não é a única obra de destaque no currículo de Pimentel. Junto ao Teatro Adolescente do Recife (TAR), em 1956, ele integrou o elenco da primeira montagem de “O auto da compadecida”, de Ariano Suassuna, que obteve reconhecimento nacional. Como diretor e dramaturgo, produziu muitas peças sobre personagens e acontecimentos históricos, como “A batalha dos Guararapes”, “O calvário de Frei Caneca” e “O massacre de Angico – A morte de Lampião”, seu último trabalho realizado.

Siga RJ nas Redes Sociais

RET VW Agosto