Como conservar as joias no verão - Foto: Paulo Higor Nunes/Divulgação
Beleza Lifestyle

Joias: saiba como usar os acessórios no verão

Na temporada, é preciso ter atenção quanto à exposição ao sol, contato com areia, perfumes e cremes

A temporada mais quente do ano chegou. Então, nada melhor que aproveitar a estação com muito bem-estar, curtindo o sol, praia e o calor. Mas na hora de utilizar acessórios, fica a dúvida sobre a conservação das joias. De acordo com Cris Lemos, designer da CiS Joias, a ideia, neste caso, é optar por peças confortáveis. “Brincos pequenos e anéis não pontiagudos são os mais indicados”, aconselha Cris, complementando que por se tratarem de joias, as peças têm validade para a vida toda, porém algumas dicas são importantes para manter a boa conservação.

Como conservar as joias no verão – Foto: Paulo Higor Nunes/Divulgação

Pulseiras e colares de pérola, por exemplo, não devem ser molhados, pois a umidade enfraquece o fio de seda. “As pérolas e madrepérolas ganham brilho se friccionadas levemente com azeite de oliva ou óleo de amêndoas”, recomenda. Também é importante evitar o contato com perfumes, cremes ou filtros solares porque eles podem danificar as pedras naturais. A areia da praia é outro item que pode causar danos às joias. Por isso, é melhor mantê-las distantes para evitar possíveis arranhões.

Como conservar as joias no verão – Foto: Paulo Higor Nunes/Divulgação

Por fim, Cris Lemos aconselha guardar as peças individualmente evitando que elas sejam arranhadas. “Vale usar um pedaço de pano macio, de preferência 100% algodão, para lustrar a joia deixando-a livre de qualquer tipo de resíduo, a exemplo da maquiagem, oleosidade da pele, sal e cloro”, explica.

Quanto ao tipo de peça que é ideal usar, Cris sugere as versáteis independente do modelo. “O melhor é apostar em joias que podem ser usadas de diferentes formas, tanto em uma produção casual, em eventos durante o dia, quanto para programações mais elegantes à noite”, indica.

Como conservar as joias no verão – Foto: Paulo Higor Nunes/Divulgação