Passaporte Portugal - Foto: Divulgação
Malas Prontas

Portugal acaba com vistos gold para quem comprar imóveis

A medida foi aprovada pelo Parlamento do país nesta quarta-feira (5)

Estrangeiros que pretendiam adquirir imóveis em Portugal e, consequentemente, um visto no país terão mais dificuldade. Isso porque os deputados portugueses decidiram limitar os chamados vistos gold, autorizações de residência para quem compra imóveis de pelo menos 500 mil euros (cerca de R$ 2,34 milhões). No novo acordo, apenas regiões no interior do país continuam com os vistos vigentes. Isso, aliás, exclui as propriedades das cidades mais valorizadas de Portugal: Lisboa e Porto.

Lisboa – Foto: Divulgação
Porto – Foto: Divulgação
Leia Mais

Gol e American Airlines lançam parceria para compartilhar voos

A decisão do Parlamento de Portugal veio devido às críticas ao regime de vistos gold. O sistema tem sido acusado por ONGs e instituições europeias de ser pouco transparente e de possibilitar esquemas internacionais de lavagem de dinheiro. Além disso, em Portugal, o programa tem sido apontado como um dos responsáveis pela alta generalizada dos preços dos imóveis.

Os brasileiros são a segunda nacionalidade que mais se beneficia desse programa, atrás apenas dos chineses. Enquanto em 2019 a fatia asiática encolheu, a dos brasileiros aumentou 16,6%, chegando a 210 vistos gold concedidos.