Chef Rodrigo Mocotó
Chef Rodrigo Mocotó - Foto: Reprodução.
À mesa Acontece

Data marcada: chef Rodrigo Mocotó recebe título de Cidadão de PE

A autoria do projeto é do deputado Wanderson Florêncio.

O chef de cozinha Rodrigo Oliveira, conhecido como “Mocotó”, vai receber o título de Cidadão Pernambucano. E a data já está marcada: será dia 1º de junho, em sessão solene na Assembleia Legislativa do Estado. Por sua história com PE, o chef, que se considera um paulistano de coração pernambucano, dedica seu trabalho à culinária nordestina, principalmente a do nosso Estado. O projeto, aliás, é de autoria do deputado Wanderson Florêncio.

Leia mais

Restaurant Week vai valorizar pratos típicos do Agreste e Sertão

Rodrigo Oliveira, filho de José de Almeida e Lourdes Oliveira, nasceu em São paulo, mas tem forte ligação com Pernambuco. Devido às viagens que seus pais faziam para a cidade de Mungulu, distrito de Sanharó, no Agreste, o paulista criou uma forte conexão com o Estado, mesmo só tendo conhecido o Recife depois de adulto.

Assim, depois de trabalhar com metalúrgica, malharia, feira livre e padaria, seu Zé Almeida, como seu pai é popularmente conhecido, abriu, em 1973, junto com os irmãos Gilvan e Gercino, a Casa do Norte dos Irmãos Almeida. Após três anos, eles dividiram o patrimônio, com seu Zé Almeida ficando com a casa da Vila Medeiros, na Zona Norte da capital, que mais tarde se transformaria no famoso restaurante Mocotó. Foi ali que Rodrigo assumiu o comando do restaurante.

Rodrigo Oliveira, chef do Mocotó:
Rodrigo Oliveira, chef do Mocotó – Foto: divulgação

O chef valoriza os ingredientes típicos da região, com simplicidade e oferecendo um ambiente que recebe um público bastante diversificado. Dessa forma, entre os pratos mais famosos do estabelecimento estão o baião de dois, a mocofava, – mistura de mocotó com favada -, atolado de bode, o dadinho de tapioca, servido com molho de pimenta agridoce, chips de mandioca, carne de sol, o caldo de mocotó, o pudim de tapioca e o sorvete de rapadura.