Acontece

Jovens empresários lançam campanha solidária em PE

Jovens empresários
Simon Carrazone, Bruna Melquíades, e Amanda Zica - Fotos: Montagem/Cortesia
Eles integram o projeto "Empreendedorismo Solidário".

Em tempos de pandemia, uma atitude que tem acalentado a população, sem dúvidas, é a solidariedade. De norte a sul do país temos visto boas ações tomarem conta de cada região. Em Pernambuco, um grupo de jovens empresários se reuniu e criou a campanha “Empreendedorismo Solidário”.

Encabeçado por pequenas e médias empresas, o projeto pretende manter as atividades econômicas locais em funcionamento, dentro da perspectiva atual, e, assim, apoiar trabalhadores afetados pela crise causada pelo novo coronavírus. A proposta, aliás, é destinar um percentual dos produtos e serviços comercializados para, então, adquirir cestas básicas destinadas a profissionais informais que atuam nas cidades litorâneas do estado. Dessa forma, seriam beneficiados, por exemplo, pescadores, bugueiros, jangadeiros e ambulantes que trabalham nas praias.

https://www.instagram.com/p/B_F7oIIlA9n/

Uma das idealizadoras do projeto, Bruna Melquíades, da Studio Lamp, falou sobre a movimentação para a criação da campanha. “A ideia surgiu depois de uma conversa entre mim e Amanda, que também é idealizadora do projeto, para tentar reverter a situação em que estamos vivendo. Foi daí que surgiu a campanha que tem como objetivo contribuir com uma camada da população que necessita, neste momento, de alimentos básicos”, destacou.

Bruna Melquíades é uma das idealizadoras da campanha – Foto: Cortesia
Leia mais

Saiba quem é André Cavalcanti, que arrematou o cinturão de Popó

A amiga Amanda Zica, mencionada por Bruna, é a proprietária da Espaço Casa. Ela também ressaltou o desejo de contribuir com a população mais atingida pela pandemia. “Estávamos muito preocupadas com tudo que estava acontecendo. Queríamos fazer algo mas não sabíamos o que. Até que começamos a falar de pequenos comerciantes que pararam tudo e agora não tinham renda nenhuma para suas famílias. Unimos a vontade de permanecer com nossas empresas até o fim dessa pandemia mais a de ajudar pessoas que vivem um cenário parecido do comércio”, disse.

Os irmãos Bartolomeu, Bernardo e Simon Carrazone, da loja de roupas masculinas Ciao, também ingressaram no projeto. “Nós fomos convidados por Bruna para fazer parte da campanha e achamos a ideia muito interessante. Todos nós estamos passando por um momento muito difícil, o fechamento das lojas nos pegou de surpresa e tem sido bastante difícil manter as contas em dia. Nossa situação é a realidade de milhares de brasileiros e sabemos que tem outros milhares que estão em situações ainda mais desesperadora. Acreditamos que é hora de dar as mãos e todos se ajudarem. O principal motivo da campanha é criar uma rede para ajudar o próximo através das cestas básicas e ajudar a empresa a sobreviver e manter o emprego”, explicou Simon.

Jovens empresários
Bartolomeu, Simon e Bernardo Carrazone – Foto: Reprodução/Instagram.
Leia mais

Festival “Brinde do Bem” faz shows para ajudar bares na pandemia

Eduarda Peixoto, da Pleno Revestimentos, é mais uma das integrantes do “Empreendedorismo Solidário”. Ela, aliás, também ressalta os dois benefícios esperados com a campanha: manter os empregos dos próprios profissionais das pequenas empresas e apoiar os pequenos comerciantes. “Aderimos à campanha como uma forma de movimentarmos o nosso comércio e conseguir assegurar o emprego dos nossos funcionários, bem como o futuro da nossa loja. Não há previsão de voltarmos à normalidade e temos que reinventar nosso negócio. E por que não fazer isso com uma ação do bem? Mais do que nunca temos pessoas extremamente carentes e necessitadas, que estão precisando de apoio e atenção, então poder usar nossa empresa para promover uma ação tão bonita, realmente renovam nossos ânimos”, afirmou.

Katia Peixoto, fundadora e diretora da Pleno, e a filha Eduarda Peixoto – Foto: Cortesia

Atualmente 10 empresas participam do projeto, que conta com o apoio da ONG Novo Jeito na realização. Mas, como explica a idealizadora Bruna Melquíades, a expectativa é que mais empresários se engajem na ação. “A ideia é movimentar o comércio de forma segura, para manter os postos de trabalho e ajudar pessoas. Quanto mais empresas participarem, mais movimento e mais doações”, destacou.

Leia mais

Empresários pernambucanos iniciam ação de solidariedade no Estado

Os produtos disponibilizados pelas micro e pequenas empresas na campanha, aliás, serão comercializados com desconto. Além disso, 5% do valor dos itens serão destinados para aquisição das cestas básicas. Todos os detalhes poderão ser conferidos no recém-lançado Instagram do projeto.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz