Yolanda Fuentes renunciou ao cargo nesta quinta. (Foto: Chema Barroso)
Malas Prontas

Diretora de saúde de Madri é contra fim do isolamento e se demite

A comunidade de Madri vem se tornando o epicentro da Covid-19 na Espanha

A diretora-geral de Saúde Pública da Comunidade de Madri, Yolanda Fuentes, renunciou ao cargo nesta quinta (7). A decisão, segundo comunicou uma fonte ao jornal El País, é uma resposta direta à decisão do governo de flexibilizar a quarentena na região a partir da próxima segunda (11).

Pessoas atravessando a ponte sobre o rio de Madri em 6 de maio de 2020. (Foto: Pablo Cuadra/El País)
Leia mais

EUA aprova segunda fase de testes para vacina contra coronavírus

Yolanda considera prematuro o relaxamento das medidas físicas de distanciamento, uma vez que a comunidade de Madri – que engloba, além da cidade de mesmo nome, 178 cidades – vem se tornando o epicentro da Covid-19 na Espanha, com 15 mil mortes e 67 mil casos confirmados da doença.

O relaxamento das restrições na comunidade de Madri terá início na próxima segunda (11), com a chamada “Fase 1”. De acordo com informações do El País, as medidas permitem reuniões de até 10 pessoas, reabertura de hotéis, terraços e mercados ao ar livre e a reocupação de museus e shows, mas com apenas 1/3 da capacidade total.