(Foto: Adriano Machado/Reuters)
Malas Prontas

Porto de Galinhas se prepara para retomada

Um manual de boas práticas de atendimento e higiene está sendo desenvolvido para garantir a segurança nos empreendimentos do balneário

Com a crise provocada pelo surgimento do novo coronavírus, empreendimentos ligados à Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG) já estão se preparando para o que será o novo “normal”. Através de um grupo intitulado Comitê Gestor de Qualidade, alguns desses empresários estão desenvolvendo um manual de boas práticas de atendimento e higiene. Essas medidas irão garantir a segurança na retomada das operações dos hotéis, pousadas e restaurantes da região, que está prevista para acontecer no segundo semestre deste ano.

Atualmente, o destino conta com 16 grandes hotéis, 230 pousadas e 120 restaurantes. (Foto: Reprodução)
Leia mais

Restaurante em Amsterdã isola mesas para respeitar distanciamento

Intitulado Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança, o documento determina uma reabertura em duas fases. A primeira, que terá duração de quatro a seis semanas, permite que os estabelecimentos funcionem apenas metade da capacidade total. Já a segunda libera o funcionamento normal e com horário restabelecido. O manual será divulgado na próxima semana e poderá ser adotado por estabelecimentos de todo Estado.

O documento prevê medidas para garantir a segurança dos clientes nos hotéis, pousadas e restaurantes do balneário.(Foto: Reprodução)
Leia mais

Viagens de avião terão grandes mudanças após coronavírus

O texto que está sendo preparado pelos gestores dos hotéis de Porto de Galinhas leva em conta orientações de diversos países. O Comitê Gestor de Qualidade, aliás, é formado pelo conselho da AHPG, profissionais de hospedagem, operações, alimentos e bebidas, governança e segurança do trabalho, além da vice coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Hotelaria e Turismo (PPHTUR) da UFPE, Viviane Salazar. “Sentimos a necessidade de nos anteciparmos para darmos mais tranquilidade e segurança para os hóspedes do nosso destino”, afirmou o presidente da AHPG, Massimo Pellitteri. A última reunião do Comitê, inclusive, teve a participação da infectologista Heloísa Ramos Lacerda.