Acontece

Museus da Europa começam a reabrir com novas regras

Museus na Europa começam a reabrir - Foto: Ludovic Marin/AFP
Uso obrigatório de máscaras, postos de desinfecção e percursos de mão única serão comuns devido a Covid-19

Depois de muitas semanas fechados, alguns museus na Europa reabriram suas portas. Apesar disso, a pandemia do coronavírus causou grandes mudanças nas regras de visitação. Entra as obrigatoriedades, está o uso de máscaras em todos os estabelecimentos dos museus. Além disso, muitos adotaram percursos de mão única, para evitar aglomerações e contato excessivo entre os visitantes, que devem se manter distantes um dos outros em pelo menos um metro e meio.

Visitantes na Berlinische Galerie – Foto: Mustafah Abdulaziz/NYT
Leia Mais

Buenos Aires permitirá passeios em esquema de ‘rodízio’

Com o número de infecções por Covid-19 em queda na Europa, nas últimas semanas, diversos países anunciaram planos para reabrir museus. A Alemanha, aliás, foi um dos primeiros dentre eles. Os 16 estados do país estabeleceram seus próprios cronogramas para aliviar as medidas de confinamento. Os museus de Berlim, por exemplo, foram autorizados a reabrir em 4 de maio, mas muitos deles continuam fechados. Isso porque tiveram que reorganizar a logística e adotar novos procedimentos de segurança. A Berlinische Galerie decidiu reabrir na última segunda-feira (11), enquanto grandes instituições como a Gemäldegalerie e o Altes Museum reabriram na terça-feira (12).

Altes Museum – Foto: Divulgação

Alguns museus criaram sistemas online de vendas de ingressos que dispõem horários escalonados de entrada, para prevenir a formação de multidões. Outros eliminaram os guias em áudio, ou solicitaram que os visitantes tragam seus fones de ouvido pessoais. Muitos locais instalaram barreiras de plástico transparente para proteger os funcionários, e as visitas em grupo foram canceladas. Além disso, os visitantes são encorajados a usar as estações instaladas recentemente para desinfecção das mãos.

Visitantes em frente ao Rijksmuseum – Foto: Divulgação

Além da Alemanha, os governos da Áustria, Bélgica, Dinamarca, Grécia e Itália anunciaram datas em maio ou junho na qual esperam que seus museus possam reabrir. Espanha, França, República Tcheca e Suíça também reabriram suas instituições nesta semana, ou estão se preparando para fazê-lo nos próximos dias. Ainda assim, grandes museus como o Louvre, em Paris, não tem data para receber visitantes.

Museu do Louvre – Foto: Divulgação

Com o turismo paralisado, no entanto, muitos museus estão antecipando números de visitantes inferiores aos usuais. É provável que isso ajude no distanciamento social, mas também significa que os espaços que dependem pesadamente de visitantes internacionais encaram um futuro financeiro incerto.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz