Poucas pessoas estiveram presentes na missa - Foto: Vatican Media/AFP
Acontece

Após dois meses, Vaticano reabre a Basílica de São Pedro

O local conta com rígidos protocolos de segurança para evitar a propagação da Covid-19

Simbolizando uma reabertura lenta e gradual na Itália, a Basílica de São Pedro abriu suas portas nesta segunda-feira (18) após dois meses. Ainda assim, rígidos protocolos de segurança foram adotados. Para entrar no local, os fiéis deverão usar máscaras e higienizar as mãos, além de permanecerem distantes um dos outros na fila em cerca de um metro e meio. Além disso, policiais medem a temperatura de cada visitante antes de permitirem a entrada na Basílica de São Pedro.

O distanciamento social devem ser respeitado nas filas e dentro da basílica – Foto: Vincenzo Pinto/AFP
Visitantes devem medir a temperatura na entrada – Foto: Vincenzo Pinto/AFP
Reabertura Basílica de São Pedro – Foto: Vincenzo Pinto/AFP
Leia Mais

Distrito Federal autoriza reabertura de lojas de roupas e sapatos

Para comemorar o centésimo aniversário de nascimento de João Paulo II, o Papa Francisco rezou missa particular em uma capela onde foi enterrado o papa polonês. No Vaticano, a cerimônia contou com a presença de pouquíssimas pessoas. Essa, aliás, é a primeira missa celebrada no local após o período de ‘lockdown’ na Itália. Ainda assim, não há previsão de quando o Papa realizará uma cerimônia religiosa no altar da Basílica de São Pedro. Vale lembrar que durante os dois meses de confinamento, Francisco rezou as missas em uma capela quase vazia em sua residência e as transmitiu pela internet e pela televisão.

Missa em comemoração ao 100º aniversário de João Paulo II – Foto: Vatican Media/AFP
Poucas pessoas estiveram presentes na missa – Foto: Vatican Media/AFP