Museu do Homem do Nordeste — Foto: Divulgação/Munhe
Acontece

Fundaj se prepara para reabrir museu e cinemas

O Plano de Retomada das Atividades Presenciais da instituição já está sendo colocado em prática

A Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) colocou em ação, nesta segunda-feira (15), seu Plano de Retomada das Atividades Presenciais. Antônio Campos, presidente da instituição, elaborou protocolo com os servidores que inclui aferição de temperatura, dispersers de álcool gel em totem, uso obrigatório de máscara e distanciamento de 1,5 metro entre os funcionários.

Antônio Campos — Foto: José Britto/Folha de Pernambuco
Leia mais

Noronha planeja reabertura pós-Covid-19

Por enquanto, as reuniões continuam acontecendo virtualmente, assim como as palestras e demais eventos. Mas a reabertura do espaço – que inclui cinemas e o Museu do Homem do Nordeste (Muhne) – para o público já está sendo preparada. De acordo com a Fundaj, a retomada deve ser realizada em uma segunda etapa, assim que os órgãos competentes liberarem a abertura e o funcionamento dos espaços públicos.

Área externa do Munhe — Foto: Gil Vicente/Divulgação

Essa volta às visitações na Fundação, aliás, deve acontecer de maneira gradual e cercada de cuidados. No ‘Muhne’, a visita de escolas será limitada ao número máximo de 10 alunos. Na Cinemateca, inicialmente, a abertura ao público será feita apenas três vezes por semana. Para todos, haverá a obrigatoriedade do uso de máscaras. “Retornaremos aos poucos. Prezamos pela saúde de nossos colaboradores e da população”, assegurou Antônio Campos.

Leia mais

Hollywood adia 93ª edição do Oscar

Cinema da Fundação no Derby — Foto: Divulgação

Já nos cinemas do Derby e do Museu, a lotação será de 50 pessoas por sessão (cerca de 30% da capacidade das salas), garantindo o distanciamento mínimo de 1,5m, exceto para pessoas que chegarem acompanhadas. No início, as duas salas terão apenas duas sessões, de sexta a domingo, com intervalos de 30 minutos entre uma e outra. Além disso, enquanto durar a pandemia, os ingressos passarão a custar R$5,00 (meia) e R$10 (inteira), para evitar a circulação de dinheiro para troco.

Siga RJ nas Redes Sociais