Pessoas em um bar nas Escadinhas do Duque, no centro de Lisboa, em 23 de junho de 2020 — Foto: Patricia de Melo Moreira/AFP
Acontece

Portugal volta a implementar “lockdown” em Lisboa

Uma nova onda do coronavírus nas periferias da capital tem preocupado as autoridades

Portugal decidiu voltar atrás e vai submeter a cidade de Lisboa a medidas mais rígidas de isolamento pela segunda vez. O governo português anunciou, nessa quinta (25), que a partir da próxima semana a capital recomeçará um período de “lockdown” enquanto autoridades lidam com uma preocupante onda do novo coronavírus nas periferias da cidade.

Leia mais

Reino Unido ameaça voltar a fechar praias para impedir aglomeração

António Costa, premier de Portugal — Foto: Patricia de Melo Moreira/AFP

Durante duas semanas, quem vive em áreas afetadas de Lisboa – que representam um total de 19 regiões que não incluem o centro – só poderá sair de casa para ir ao trabalho ou comprar produtos essenciais, como alimentos e medicamentos. “A única forma eficiente de controlar a pandemia é ficar em casa sempre que possível, manter o distanciamento social a todo tempo e manter os padrões de proteção e higiene”, disse o primeiro-ministro António Costa.

Leia mais

Contrato entre Band e Zeca Camargo deve ser assinado em breve

Centro de Lisboa em 23 de junho de 2020 — Foto: Patricia de Melo Moreira/AFP

Nas 19 áreas definidas da capital haverá limite de até cinco pessoas para reuniões, enquanto na grande Lisboa o máximo permitido será dez.  Ainda segundo o governo, as medidas restritivas estarão em vigor de 1º a 14 de julho inicialmente. Apesar da necessidade de um novo “lockdown”, Portugal é considerado caso de sucesso na luta contra a Covid-19. Até o momento, o país registra 40.415 casos de infecções e 1.549 mortes pelo novo coronavírus.

Com informações da Agência Reuters