Acontece

Governo anuncia parceria para produção de vacina contra Covid-19

Vacina contra coronavírus será produzida no Brasil - Foto: Reprodução
Acordo com Reino Unido prevê fabricação de 100 milhões de doses do imunizante no país

Mais um grande avanço para a saúde e tecnologia brasileira. Neste sábado (27), o Governo anunciou uma parceria que prevê a produção de 100 milhões de doses de vacina contra coronavírus. O acordo com o Reino Unido é referente ao imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e um laboratório inglês. A possível vacina, aliás, está sendo testada no Brasil.

Vacinas para coronavírus são testadas em diversos países – Foto: Divulgação

O acorde prevê a produção de 100 milhões de doses de vacina por meio da aquisição de insumos e transferência de tecnologia para produção no país. Na fase inicial, dois lotes chegam ao Brasil com todos os itens necessários. Um em dezembro deste ano e outro em janeiro de 2021, totalizando cerca de 30 milhões de doses, ao custo de US$ 127 milhões. Aliás, esses primeiros lotes serão destinados aos grupos de risco, como idosos e pessoas com comorbidades, além de profissionais de saúde e trabalhadores da segurança pública.

Idosos receberam vacina contra gripe sem sair do carro – Foto: Arthur de Souza/FolhaPE
Leia Mais

Portugal volta a implementar “lockdown” em Lisboa

Se comprovada a segurança e eficácia da vacina, o Brasil deverá produzir mais 70 milhões de doses. Com 100 milhões de doses, esperadas se a parceria avançar, seria possível vacinar quase metade da população do Brasil. O valor dessa segunda aquisição seria cerca de US$ 160 milhões. O governo informou que enviou a carta de intenções participar do consórcio internacional cujo objetivo é desenvolver e distribuir a potencial vacina.

Ainda assim, não foi comprovada a eficácia da vacina, apesar de ser uma em fase mais avançada de estudo e com resultados muito promissores. O secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, justificou a opção por assumir o risco da pesquisa. “O risco é necessário devido à urgência de busca de solução efetiva para as demandas de saúde pública. Consideramos um avanço para a tecnologia nacional e uma amostra do esforço do governo de encontrar soluções para a população brasileira”, afirmou.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco – Foto: Júlio Nascimento/Presidência

Ainda assim, caso não seja comprovada a eficácia, o secretário de Vigilância em Saúde informou que não haverá aplicação da vacina, mas que permanece a transferência de tecnologia prevista no acordo para continuar avaliando soluções de tratamento. Isso porque existem 460 projetos de pesquisa aprovados sobre diferentes aspectos relacionados à Covid-19, de tratamentos ao entendimento da doença. Há também 114 ensaios clínicos e 44.262 participantes dessas iniciativas.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz