Cataratas do Parque Nacional do Iguaçu — Foto: Divulgação
Malas Prontas

Foz do Iguaçu aposta em “duty free shops” para retomar turismo

Seis lojas francas devem entrar em funcionamento na cidade ainda este ano

O setor turístico de Foz do Iguaçu, um dos destinos mais famosos do Brasil, já está antecipando estratégias para retomada da economia. As atividades não essenciais do município foram suspensas na última quarta (1º) por decreto estadual, mas a cidade já articula estratégias para ver sua economia se desenvolver novamente. A principal aposta trata-se da abertura de diversos free shops, que permitem a compra de produtos nacionais e importados livres de impostos.

Leia mais

Para Kourtney Kardashian, reality da família é ‘ambiente tóxico’

“Nossa meta é atrair em torno de 25% do público que viaja para destinos de compras mundialmente famosos, como Miami, Paris e outros”, afirmou Gilmar Piolla, secretário de Turismo de Foz. Seis free shops devem entrar em funcionamento na cidade ainda este ano, uma delas já inaugurada este ano. Neles, tanto a população local quanto os turistas podem consumir até US$ 300 ao mês, livres de impostos.

A primeira duty free shop da cidade de Foz — Foto: Christian Rizzi/Arquivo/Divulgação via Portal da Cidade de Foz do Iguaçu
Leia mais

28ª edição do Abril Pro Rock é adiado para 2021

Inclusive, de acrodo com a especialista Elizângela de Paula Khun, com a isenção tributária nesse comércio os preços dos produtos chegam a sofrer redução de 64% para perfumes, 54% para bebidas, 53% para artigos de vestuário, 45% para aparelhos celulares e 37% para relógios. Serão preços certamente atrativos para o consumidor, especialmente num cenário econômico pós-pandemia.

Com informações da Agência Brasil