Primavera/verão 2021 com tons pastéis e cores vívidas - Foto: Divulgação
Moda

Coleção primavera/verão 2021 terá tons pastéis e cores vívidas

As grandes grifes pensam na demanda mais positiva pós-pandemia

As grandes grifes de moda estão divulgando suas primeiras peças de coleção primavera/verão 2021. Aliás, algo que chamou muito atenção foi o retorno dos tons pastéis e cores vívidas, principalmente porque, há alguns meses, a moda apostava em estilos agressivos e fetichistas, com itens escuros em couro e látex. Além disso, sobretudos, bandanas e peças em xadrez figuraram entre as principais tendências do outono/inverno 2020.

Leia Mais

Luxo on-line: Prada lança e-commerce no Brasil

Mas com a pandemia do coronavírus, o setor teve que se reestruturar e mirar em moods mais suaves. O objetivo é se adequar às mudanças de comportamento geradas pelo isolamento social. Nesta quarta-feira (22), a Vogue Itália divulgou a pré-coleção primavera/verão 2021 da Versace. As peças apresentam vários detalhes em tons pastéis e muito dourado.

Looks da pré-coleção primavera/verão 2021 da Versace – Foto: Divulgação
Muito dourado e detalhes em tons pastéis na pré-coleção da Versace – Foto: Divulgação

Segundo analistas de tendências do WGSN, a junção de quatro sentimentos construirá a nova percepção do consumidor: medo, resiliência, resistência e otimismo. Ao unificar essas sensações, os clientes demandarão experiências de compra mais simples. “Deve-se criar ambientes e produtos relaxantes, projetados para aliviar o estresse e a ansiedade”, indica a diretora executiva da empresa. Aliás, os pigmentos serão guiados pelo desejo de energia e equilíbrio. Por causa do período prolongado de isolamento, o apelo por tons mais claros será maior, já que remete à natureza e sua vitalidade. Ainda assim, a maior relação com a tecnologia faz com que as marcas também adicionem cores fortes e vívidas às suas coleções.

Pré-coleção primavera/verão 2021 Louis Vuitton – Foto: Divulgação