Tiktok - Foto: Tekdeeps/Reprodução
Acontece

Após pressão dos EUA, Microsoft revela intenção de comprar Tiktok

O Tiktok está na mira do presidente norte-americano que tem intenção de banir o app no país.

O aplicativo chinês de produção de vídeos, Tiktok, pode ter que abrir mão de sua participação nos Estados Unidos após Trump anunciar pretensão de banimento do app. Nesta sexta-feira (31), o presidente norte-americano anunciou que estava considerando tomar medidas que proibissem efetivamente o aplicativo dos EUA. Neste contexto, a Microsoft já demonstrou interesse na compra no aplicativo e estuda transação.

Autoridades dos EUA temem que o TikTok possa repassar os dados coletados dos usuários para o governo da China – Foto: Anjum Naveed/AP

LEIA MAIS

Le biscuit investe R$ 4,5 milhões e abre três novas lojas em PE

Os executivos temiam que o governo dos EUA obrigasse os fabricantes de dispositivos a tirar o TikTok de suas lojas de aplicativos virtuais. De acordo com o The Wall Street Journal uma venda para a Microsoft, provavelmente por bilhões de dólares, seria uma vitória para a TikTok e a Bytedance, empresa criadora do app. Apesar do interesse da empresa de Bill Gates, a Casa Branca e o presidente ainda não confirmaram a informação da venda.

A polêmica disputa entre os executivos chineses e o governo americano se deve a uma acusação de Trump feita no inicio deste mês. De acordo com ele, o Tiktok estaria usando o app para espionar usuários americanos e empresas do país e, depois, repassando os dados ao governo do presidente chinês Xi Jinping. A empresa, contudo, nega as alegações. O TikTok tem mais de 1 bilhão de usuários no mundo e é um dos primeiros apps chineses a fazer sucesso fora da China.