Gastrô Shopping Recife

Qualidade e praticidade nos restaurantes fast casual

  • Por Bruno Albertim

Este é um conceito de restaurante que surgiu principalmente para atender à necessidade de praticidade, conveniência e qualidade da chamada geração Y – os chamados millenials, nascidos entre 1980 e 1995. Boa comida, produtos de alta qualidade e produção cuidadosa, aliados à casualidade do chamado fast-food. Ou seja, refeição com cara de “gourmet” e preço bem mais acessível que o dos restaurantes à la carte. Adaptados às novas regras de segurança sanitária, o Shopping Recife é um celeiro deles.

O serviço é simples: o cliente paga, pega uma senha e, em poucos minutos, retira sua refeição no balcão para se acomodar numa das mesas da praça. Com a comida cuidadosamente empratada, como num restaurante tradicional.

Salada de Carpaccio, um clássico também em serviço rápido – Foto: Thiago Medeiros/SR
Leia Mais

Porque o Shopping Recife é massa

No Quanto Prima, por exemplo, pode-se encontrar vários artigos da cozinha clássica. De massas a filés de frango ou peixe. Ou ainda filé mignon, no corte à escolha: tornedor (alto), médio, paillard (baixo e alongado) ou em medalhões com bacon. Com o molho de predileção: pode ser um marsala ou um cremoso molho de gorgonzola. Refrescante, a salada de carpaccio caprese traz folhas crocantes com fatias finas de carne crua, mussarela de búfala e manjericão sob molho de mostarda e mel.

São muitas as opções desse segmento: No Giraffas, Planetário ou no Bonaparte, por exemplo, os cardápios são variações em torno da equação básica de grelhados com acompanhamentos à escolha.

No Sal e Brasa, o conceito de churrascaria ganha a praticidade do fast casual: com serviço de balcão, em minutos se tem uma bela picanha com sua gordura aparente e os acompanhamentos de praxe, como um sempre bem vindo feijão carreteiro. No Donatário, há várias proteínas, mas os carros-chefes estão nos camarões e outros frutos do mar.

Em corte borboleta, a picanha é assada rapidamente – Foto: Divulgação
Leia Mais

Quando o Shopping Recife dá praia

Esse tipo de serviço abarca até culinárias menos corriqueiras. O The Poke, nesse sentido, é formidável. Ali, encontramos esta receita havaiana que é uma das manias do recifense já aficionado por sushis. Escolhemos o tamanho do bowl e, nele, a atendente deposita arroz japonês ou salada na base, acompanhamentos diversos como pepino agridoce, cebola em lâminas ou cubos de manga e dois peixes (crus) à escolha. O atum é bem vermelhinho, e o salmão pode ser levemente maçaricado.

Poke, a versão havaiana dos sushis – Foto: Thiago Medeiros/SR

A boa e confortável comida de estilo caseiro tem abrigo nas várias operações do tipo self-service. Agora adaptados, o serviço exige uso de máscaras e luvas da clientela para se servir – quando não é servida pelos próprios funcionários de face shield incorporado aos uniformes.

No restaurante Mulher Rendeira, redomas de acrílico agora protegem as terrinas aquecidas com receitas que lembram casa de vó: estrogonofe, peixes de coco, filés ao molho….a cabidela da casa é um primor com seu molho bem aveludado.

Self-services: agora com mais proteção – Foto: Thiago Medeiros/SR
Leia Mais

Com medidas de higiene, segurança é maior no Shopping Recife

No Divino Fogão, os pratos de receitas caseiras bem elaboradas ficam agora sob a proteção de uma redoma e sobre uma mesa térmica. A comida está sempre quentinha e, além das mesas da praça de alimentação, podemos contar com um salão de mesas interno.

O interessante é dar uma volta para escolher o bufê que mais apetece no dia. São muitas as opções concentradas na mesma praça: Pizzaria Atlântico (também a la carte), Apipucos e até a Pastel Mania.

Esse tipo de serviço atende também a demanda contemporânea por comida saudável: restaurantes que vendem potência de sabor com economia de calorias e uso de ingredientes de melhor oferta nutricional. No Boali, o cardápio é forte em saladas, wraps e crepes integrais – a caesar não leva bacon.

Wraps, o sanduíche enrolado virou queridinho nas refeições leves – Foto: Thiago Medeiros/SR

O Red Bake tem oferta muito apetitosa de frango ou carne grelhas servidos com saladinha e uma ótima porção de brócolis gratin. Ali, os sanduíches enrolados podem ser saborizados com espinafre na massa integral, bem recheado com tiras da carne à escolha, crocantes e servidos com saladinha refrescante.

Organomix, um complexo para uma alimentação mais equilibrada – Foto: Ed Machado/Divulgação

No térreo do shopping, o Organomix é um paraíso para o segmento. Super (super mesmo!) mercado com um quilômetro de produtos orgânicos ou livres de aditivos químicos industriais. Ali, entre as operações incubadas, há ainda a enoteca Wine&Drinks, com serviço de drinques e vinhos especiais, naturais, biodinâmicos ou orgânicos, sob a tutela da polivalente sommeliere Fabiana Gonçalves. O frescor está presente também no Orenji, o sushibar elegantemente orgânico do complexo.