Boi Voador - Foto: Andrea Rego Barro/PCR
Acontece

Boi Voador é um dos finalistas em prêmio nacional do IPHAN

Além do projeto, o Pátio Criativo também concorre com mais 121 em todo o Brasil

Concorrendo com outros 121 projetos de todo Brasil, o Boi Voador e o Pátio Criativo são finalistas na 33ª edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. Realizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a premiação busca promover projetos que atuam na gestão, preservação e valorização do Patrimônio Cultural.

Os projetos concorrem ao prêmio final com mais 121 concorrentes. – Foto: Andrea Rego Barros/PCR

LEIA MAIS

Empresas do ator Caio Castro já empregam mais de 2300 pessoas

O reconhecimento concede aos projetos vencedores o marco de uma ação importante na preservação, valorização e promoção do Patrimônio Cultural Brasileiro, além da premiação de R$ 20 mil. Este ano, o Prêmio do Iphan contou com a inscrição de 515 projetos. Agora, na etapa nacional, serão selecionadas 12 ações no campo do Patrimônio Cultural Brasileiro.

Boi Voador

Em 2019, “O Boi Voador”, que costuma atrair mais de 20 mil espectadores por ano, conquistou o primeiro lugar no Prêmio Nacional do Turismo. O festival já entrou para o calendário recifense e normalmente é realizado no aniversário da cidade. Este ano o espetáculo não aconteceu por conta das ações de contenção do novo coronavírus.

Aliás, a razão do espetáculo ao ar livre é histórica e ocorreu durante a inauguração da primeira ponte do Brasil: a Ponte do Recife. Sua construção levou quatro anos e a população logo começou a exclamar “é mais fácil um boi voar que a ponte ficar pronta”. Séculos depois, ela foi substituída pela atual Ponte Maurício de Nassau.

Pátio Criativo

O Pátio Criativo é uma ação inovadora da gestão que promove a escuta popular para assegurar os usos do Pátio de São Pedro, um dos principais atrativos turísticos da cidade. Igualmente, o projeto propõe a criação de mecanismos de participação popular e de construção colaborativa de políticas públicas para assegurar uma ocupação mais criativa e efetiva do Pátio. Sobretudo, a proposta pretende dinamizar o cenário turístico da cidade.

Ademais , ambos os projetos são realizados pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer.