Acontece

Luiza Trajano diz que não vai desistir de trainee para negros

Luiza Trajano, dona do Magazine Luiza - Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress
Presidente do Magazine Luiza diz que já esperava ataques contra o programa

A empresária Luiza Helena Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, disse que eles já esperavam pelas críticas contra o trainee voltado à negros. O anúncio da empresa, na sexta-feira (18), de que fará um programa exclusivo para negros foi alvo de ataques no fim de semana, sob argumento de que a iniciativa seria ilegal e racista. Ainda assim, Luiza Trajano afirma que o programa tem respaldo legal.

Luiza Helena Trajano – Foto: Divulgação
Leia Mais

Joseph Safra passa Lemann e se torna o homem mais rico do Brasil

“Acreditamos que as pessoas vão entrar juridicamente, mas a gente vai lutar e não vamos desistir tão fácil”, disse a empresária. No sábado (19), a juíza do Trabalho Ana Luiza Fischer Teixeira de Souza Mendonça afirmou no Twitter que o programa era inadmissível. “Discriminação na contratação em razão da cor da pele: inadmissível”, escreveu Mendonça, que é juíza no TRT-3 (Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais) e integrou a comissão de redação da reforma trabalhista do governo Michel Temer (MDB). Além disso, os deputados federais bolsonarisitas Carlos Jordy (PSL-SP) e Daniel Silveira (PSL-RJ) disseram que a iniciativa não teria respaldo legal.

Trainee 2021 do Magazine Luiza voltado para negros – Foto: Reprodução

No domingo (20), o Ceert (Centro de Estudos das Relações do Trabalho e Desigualdades), que desenvolve projetos voltados para a igualdade de raça e de gênero, defendeu o Magazine Luiza. Daniel Bento Teixeira, diretor da instituição, disse encarar os ataques com “estarrecedora normalidade”. Em artigo, escreveu que o programa “busca tão somente dar cumprimento a uma obrigação prevista no Estatuto da Igualdade Racial, em tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário”. Ele afirma ainda que reduzir as desigualdades sociais no Brasil é algo que “não pode ser feito sem programas que combatam o racismo, em sua estrutura, e promovam a equidade racial”.

Atualmente, o Magazine Luiza tem em seu quadro de funcionários 53% de pretos e pardos. Mas apenas 16% deles ocupam cargos de liderança. Segundo a empresa, o programa de trainees lançado nesta sexta-feira é o primeiro exclusivo para negros do Brasil. O salário é de R$ 6,6 mil, com benefícios e bônus de contratação de um salário.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz