Política

Governo Bolsonaro tem avaliação positiva de 40%, maior do mandato

Foto: Isac Nóbrega/PR
A avaliação negativa daqueles que classificam a administração federal como ruim ou péssima caiu de 38% para 29% em nove meses.

A avaliação positiva do governo do presidente Jair Bolsonaro subiu e atingiu o maior patamar desde sua posse em janeiro de 2019, alcançando 40%, ante os 29% registrados em dezembro do ano passado. A pesquisa foi divulgada nesta quinta-feira (24) pela CNI/Ibope. Ainda segundo o levantamento, 46% dizem confiar em Bolsonaro; outros 51% afirmam não confiar; 3% não souberam ou não quiseram responder.

A avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro aumentou em 40%
A avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro aumentou em 40% – Foto: Carolina Antunes/PR.

LEIA MAIS

Protetor facial não impede a propagação da Covid, afirma estudo

O estudo foi feito entre os dias 17 e 20 de setembro e ouviu 2 mil pessoas em 127 municípios. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança, de 95%. Enquanto 40% consideram seu governo bom ou ótimo, 29% dos brasileiros consideram a gestão de Bolsonaro ruim ou péssima e 29% a avaliam como regular. O governo ganhou aprovação nas áreas de segurança pública, saúde e no combate à forme e a pobreza. Essa última área era a sexta em aprovação e passou para o segundo lugar.

O relatório aponta que a popularidade de Bolsonaro teve maior aumento entre os entrevistados que cursaram até a 8ª série do ensino fundamental, entre os que têm renda familiar de até um salário mínimo, os residentes das periferias das capitais e os moradores das Regiões Sul e Nordeste. A elevação da avaliação positiva de Bolsonaro coincide com o pagamento pelo governo federal de um auxílio emergencial de 600 reais para vulneráveis durante a pandemia de Covid-19. Pessoas de renda mais baixa e moradores das periferias estão entre os principais beneficiados pelo programa.