À mesa

Surge uma Associação de Mulheres do Vinho de Pernambuco

Bia Magionni, idealizadora da associação e empresária à frente da Total Vinhos - Foto: Divulgação
Por iniciativa da especialista Bia Magionni, empresária à frente da Total Vinhos, começa a surgir a Associação das Mulheres no Vinho em Pernambuco.

Por Bruno Albertim

Sediada nos Estados Unidos, a prestigiosa entidade Court of Masters Sommeliers concedeu, desde 1997, 155 cobiçadíssimos títulos de Master Sommelier, certificação máxima mundial que um profissional do vinho pode ter – destes, apenas 24 foram mulheres.

No final de 2020, o The New York Times publicou uma contundente reportagem com os depoimentos de 21 mulheres sobre casos de assédio e sexismo na entidade. Tão graves que, em dezembro do mesmo ano, toda a direção da entidade foi destituída. No Brasil, representantes da Court of Masters organizaram uma pesquisa com 5OO mulheres, em funções diversas, no mercado de vinhos: 79% declararam ter sido vítimas de machismo no meio.

Em Pernambuco, um grupo de mulheres quer reverter a situação. Por iniciativa da especialista Bia Magionni, empresária à frente da Total Vinhos, começa a surgir a Associação das Mulheres no Vinho em Pernambuco.

“Muitas de nós nem sequer nos conhecíamos, e eu sentia essa carência. Os homens sempre tiveram confrarias pra trocar informações e tomar vinhos. E não faltam casos de machismo e assédio no mercado local”, diz Bia.

“Por mais que, hoje, o público consumidor já seja metade masculino, metade feminino, o mercado de trabalho ainda não é igualitário. Na ABS (Associação Brasileira de Sommeliers} – PE, a única mulher é Eduarda Figueiredo”.

Além de fazer com que com a presença da mulher nas associações seja mais paritária, a associação deve promover encontros e cursos de formação. “Uma das ideias é profissionalizar mulheres de baixa renda para entrar no mercado de trabalho, uma vez que os cursos de formação normalmente não estão acessíveis para a maioria”, diz Bia.

Entre as dez profissionais já envolvidas no projeto, estão alguns nomes femininos que fazem já a diferença no cenário: Eduarda Figueiredo, Amanda Loyo, Fabiana Gonçalves, Daene, Thayssa Moraes, Jorgeane Meriguete, Claudia Rodrigues, Sofia Palazzo e Mariana Lôbo.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz