Acontece

Saúde espera receber IFA para Coronavac no dia 25 de maio

Foto: Reproduçao/Olhar Digital
Produção do imunizante chinês está paralisada no Butantan, desde quarta-feira (12), por causa da falta do insumo

O Ministério da Saúde espera receber até o dia 25 de maio mais Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), vindo da China, para a fabricação de novas dosas da Coronavac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan. A informação foi prestada nesta segunda-feira (17) pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, na Comissão Temporária sobre a Covid-19 no Senado. A expectativa deve se confirmar ainda nesta segunda (17)

De acordo com governo de São Paulo, dez mil litros de insumo aguardam autorização de embarque na China, onde o IFA é produzido. Nesta segunda-feira (17), o Butantan informou que continua sem data para receber os insumos. O instituto tem mantido contato diário com autoridades chinesas, mas as últimas reuniões não registraram avanços.

Caixa da Coronavac, vacina contra a Covid-19, em frente à sede do Instituto Butantan em São Paulo – Foto: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo

A produção do imunizante está paralisada no Butantan desde quarta-feira (12) por causa da falta desta matéria-prima. Por isso, o instituto alertou sobre a possibilidade de impacto no cronograma de entrega de vacinas em junho.

Por causa da demora, o Instituto Butantan também não deve conseguir adiantar o repasse das 54 milhões de doses até agosto, como havia sido inicialmente projetado. A previsão se mantém em setembro, mas isso também depende da chegada de mais insumo sem atrasos.

De janeiro até maio, foram entregues ao Ministério da Saúde 46 milhões de doses da Coronavac. O primeiro contrato pedia a chegada até abril. Entretanto, os atrasos na chegada e mais insumos também dificultaram a produção.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), atribuiu o atraso aos entraves diplomáticos.

“Hoje é uma questão política e diplomática. Não há nenhum problema contratual, nem operacional”, disse Doria.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que essa demora é um “entrave normal” e não depende apenas de diplomacia.

Doria também aguarda que a China traga “boas notícias” sobre a liberação dos insumos entre esta segunda e terça-feira. Na tarde desta segunda-feira, pelo Twitter, o tucano informou que o Instituto Butantan recebeu da China a previsão de chegada de quatro mil litros de IFA no dia 26 de maio, o suficiente para a produção de mais sete milhões de doses da Coronavac.

O governador também pediu à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) agilidade para liberar os testes clínicos das fases 1 e 2 da Butanvac, desenvolvida pelo Butantan. “Não há razão para demora”, disse o governador.

 

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz