Acontece

Covid: Holanda é primeiro país europeu a voltar à quarentena

Holanda volta a adotar quarentena - Foto: RAMON VAN FLYMEN/AFP
Nas próximas três semanas, bares, restaurantes e supermercados terão horário para fechar e não será permitido público em eventos esportivos

A Holanda vai impor a primeira quarentena parcial na Europa Ocidental desde meados do ano. A decisão visa conter o aumento de casos de Covid-19 no país. A partir deste sábado e nas próximas três semanas, bares, restaurantes e supermercados terão que fechar as portas às 20h. Aliás, o comércio não essencial não poderá permanecer aberto depois das 18h. Além disso, o governo incentivará as pessoas a trabalhar de casa, e não será permitida a presença de público em eventos esportivos.

Bares, restaurantes e comércio terão horário restrito – Foto: PIROSCHKA VAN DE WOUW

Por outro lado, escolas, teatros e cinemas, no entanto, vão permanecer abertos. Ao anunciar as novas medidas, o primeiro-ministro, Mark Rutte, também alertou que os holandeses só poderão receber o máximo de quatro pessoas em suas casas. Além disso, o governo está estudando maneiras de restringir a entrada em locais públicos de pessoas não vacinadas. Ainda assim, essa é uma medida que exige aprovação no Parlamento.

Leia Mais

Brasil tem a menor média móvel de mortes desde abril de 2020

Áustria quer impor “lockdown” para não vacinados

“Esta noite estamos trazendo uma mensagem muito desagradável com medidas muito desagradáveis e de longo alcance”, disse Rutte em um discurso televisionado na noite desta sexta-feira (12). “O vírus está em toda parte e precisa ser combatido em todos os lugares”, continuou o primeiro-ministro.

O premier holandês, Mark Rutte – Foto: Bart Maat/AFP

O número de novos casos de coronavírus no país aumentou rapidamente após o fim das medidas de distanciamento social, em setembro. Na quinta-feira (11), atingiram um recorde diário de 16.300 casos. Aliás, o novo surto já pressiona hospitais em todo o país. No mês passado, cerca de 55% dos pacientes em hospitais holandeses e 70% daqueles em UTIs eram pessoas não vacinadas ou apenas parcialmente vacinadas, de acordo com dados fornecidos pelo Instituto de Saúde da Holanda (RIVM).

As novas restrições representam uma mudança drástica na política do governo holandês. Isso porque, até o mês passado, ele considerava que a taxa de vacinação no país era relativamente alta, o que significaria a suspensão de mais medidas no fim do ano. Até agora, cerca de 68,9% da população holandesa está totalmente vacinada contra Covid-19. No entanto, apenas um pequeno grupo – de pessoas com sistema imunológico fraco – pode tomar a dose de reforço. Ela também estará disponível, em dezembro, para pessoas com 80 anos ou mais.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz