Acontece

Pernambuco confirma circulação da variante Ômicron

André Longo anunciou a detecção da Ômicron em PE - Foto: Montagem/Heudes Regis
Análise da Fiocruz PE apontou 26% de prevalência da nova linhagem da Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) detectou, nesta sexta-feira (7), a circulação da variante Ômicron da Covid-19 em Pernambuco. A confirmação veio a partir da análise feita pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE) de material biológico de pacientes confirmados para a doença. Ao todo, de 80 amostras coletadas do final de novembro até dezembro, em 21 delas (26%) foi detectada a linhagem Ômicron. Os pacientes, que realizaram testagem entre 15 e 31 de dezembro, são da Região Metropolitana do Recife (RMR), Agreste e Sertão do São Francisco, além de Fernando de Noronha. Ainda assim, não há registro de óbito.

André Longo – Foto: Hélia Scheppa/SEI

“A introdução desta variante nos traz uma preocupação adicional por conta do seu maior potencial de contaminação. É preciso, então, que todos tenham consciência que a Covid-19 ainda é uma ameaça e que nossa principal aliada para a proteção da vida são as vacinas”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo. Além disso, ele lembra que, para a nova variantes, apenas uma dose da vacina não é eficaz. “É o mesmo que estar desprotegido. Precisamos de ao menos duas doses”, ressalta Longo.

Leia Mais

COVID: Famosa loja de departamento dos EUA, Macy’s, reduz horário

Além disso, o gestor reforça a importância da dose de reforço, principalmente em idosos e pessoas com doenças pré-existentes. “Esta terceira dose vem para proporcionar o aumento da quantidade de anticorpos no organismo, aumentando a proteção e reduzindo a chance de cada pessoa se infectar ou se reinfectar. As vacinas são seguras, eficazes e evitam mortes”, frisou o secretário.

Vacinação – Foto: Divulgação

Os casos de Ômicron foram registrados em pessoas do Recife (14) e Jaboatão dos Guararapes (1), na RMR; Caruaru (1), Frei Miguelinho (1) e Garanhuns (1), no Agreste; Lagoa Grande (1) e Petrolina (1), no Sertão do São Francisco; e Fernando de Noronha (1). Os pacientes, aliás, tinham entre 1 e 67 anos. As faixas etárias são: 0 a 9 (3), 20 a 29 (3), 30 a 39 (4), 40 a 49 (6), 50 a 59 (2) e 60 e mais (3). Além disso, segundo análises de sistemas de informação, apenas 1 caso (homem, 67 anos, de Lagoa Grande, vacinado com duas doses) precisou de internação em leito de enfermaria, mas já recebeu alta.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz