Hyundai em parceria com a Uber - Foto: Divulgação
Acontece

Hyundai se junta à Uber para produzir carros voadores em 3 anos

A meta é ter essas operações até 2023 já disponíveis para comercialização

Parece que na corrida pela disputa do tráfego aéreo de carros voadores, o Uber não estará mais sozinho. A Hyundai anunciou, segunda (6), a parceria com a plataforma de transportes no desenvolvimento de automóveis que voam. O comunicado foi feito oficialmente no em um dos mais aguardados eventos do setor de tecnologia do mundo, o CES – Consumer Electronics Show – que acontece em Las Vegas.

Desde 2016 o Uber vem aportando investimentos em empresas e instituições responsáveis por pesquisas nas áreas de desenvolvimentos de veículos voadores. Um projeto, já encaminhado, inclusive, contempla uma aeronave com capacidade para até cinco pessoas, sendo quatro passageiros mais piloto, podendo voar até 300m de altura, numa velocidade de 290 km/h e tendo autonomia para uma viagem de até 100 km.

Hyundai em parceria com a Uber – Foto: Divulgação

A multinacional americana já negocia com autoridades como a Embraer, no Brasil, e empresas como Boeing, a fim de marcarem as primeiras decolagens em vias urbanas. A meta é ter essas operações até 2023 já disponíveis para comercialização, ao menos nos Estados Unidos, reduzindo drasticamente a frota de voos comerciais.

O ponto alto do projeto, reforçado por Shin Jai-won, executivo da área de mobilidade urbana da Hyundai, é o preço associado à tecnologia.  “O custo para mobilidade urbana aérea deve ser muito baixo, para permitir que todos aproveitem a liberdade de voar”, afirmou.