base
Imagem da área externa da base. Foto: Pedro Câmara/Divulgação.
Acontece Política

Brasil adia inauguração de base na Antártida

O mau tempo não permitiu o pouso de aviões em que estavam o vice-presidente Mourão e outras autoridades.

A inauguração da base científica brasileira na Antártida, que estava prevista para acontecer nesta terça-feira (14), foi adiada para quarta (15) por causa das condições meteorológicas que não permitiram o pouso de aviões em que estavam o vice-presidente Hamilton Mourão e outras autoridades. Desde o domingo (12), aliás, aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) tentam pousar na base chilena Frei, o aeroporto mais próximo ao local, a três horas de navio, mas não conseguem concluir as operações. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Leia mais

Bolsonaro sanciona lei que cria Carteira Nacional do Autista

O vice-presidente Morão aguarda condições de pouso. Foto: Reprodução.

Além de Mourão, os ministros da Ciência e Tecnologia e da Defesa, Marcos Pontes e Fernando Azevedo e Silva, respectivamente, também estão no Chile enquanto aguardam a melhora no tempo. Eles e outros convidados, incluindo 17 jornalistas, estão desde a segunda (13) na cidade de Punta Arenas esperando uma oportunidade de conseguirem, enfim, pousar na base da Antártida.

De acordo com a Marinha do Brasil, a previsão é de que nesta quarta haja uma melhora no tempo, permitindo, assim, o pouso das aeronaves brasileiras. Após a inauguração da nova base, a estação passará por uma fase de testes, que deve durar os próximos três meses, quando passará a funcionar com capacidade total.