TV e Cinema

Disney inclui aviso sobre conteúdo racista em seus clássicos

Disney inclui aviso sobre conteúdo racista em seus clássicos
Filmes como "Dumbo" e "Peter Pan" contem o aviso - Foto: Montagem/Reprodução
Plataforma de streaming conta com mensagens de advertência.

A Disney adicionou novos avisos sobre conteúdo racista a vários dos clássicos disponíveis em sua plataforma de streaming. Agora, os usuários verão mensagem em que a empresa reconhece que estereótipos exibidos nos filmes em questão “eram incorretos então e agora”.

Segundo o site F5, o texto também traz o alerta de que “Este programa inclui representações negativas e/ou tratamento incorreto de pessoas ou culturas”. A mensagem, aliás, não pode ser pulada na ferramenta.

Disney inclui aviso sobre conteúdo racista em seus clássicos
Disney reconheceu passagens racistas em seus filmes – Foto: Reprodução
Disney inclui aviso sobre conteúdo racista em seus clássicos
Empresa inseriu avisos em sua plataforma de streaming, Disney+ – Foto: Divulgação

“Mais do que eliminar o conteúdo, queremos reconhecer seu impacto prejudicial, aprender com o mesmo e gerar discussões para criarmos, juntos, um futuro mais inclusivo”, explica a gigante do entretenimento.

Entre os filmes que recebem a advertência estão as animações “Dumbo”, “Peter Pan” e “Aristogatas”. Na famosa história do pequeno elefante voador, por exemplo, as críticas são direcionadas ao personagem Jim, o líder do grupo de corvos no longa.

Leia mais

Van Damme faz campanha e salva cachorrinho da eutanásia

“Bacurau” leva seis troféus no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Isso porque o nome Jim Crow (“crow” significa “corvo” em inglês) tornou-se conhecido nos Estados Unidos do século 19 por marcar o início da prática de blackface. À época, o ator Thomas D. Rice pintava-se com carvão e fazia sátiras racistas interpretando o personagem.

“Dumbo” é um dos filmes com passagens consideradas racistas – Foto: Reprodução
Peter Pan também está na lista dos clássicos que receberam avisos – Foto: Reprodução

Além disso, entre o fim do século 19 e início do século 20, o sul do país norte-americano também vivenciou leis segregacionistas raciais, conhecidas como Leis de Jim Crow. Esses são, assim, alguns dos motivos para movimentos sociais a antirracistas pedirem a retratação.

Essa não é a primeira ação da gigante do entretenimento para indicar as passagens preconceituosas. Em junho, a Disney + já tinha incluindo um alerta informando que os filmes possuíam “cultura desatualizada”.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz