Paula foi a campeã do BBB19 - Foto: Reprodução/TV Globo
Acontece

Vencedora do BBB19, Paula é intimada a depor sobre intolerância religiosa

A sister deve depor já na próxima semana

Paula mal saiu do BBB19 e já está em maus lençóis. A sister foi intimada a depor na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) já na próxima semana. Segundo a polícia civil a vencedora do programa é investigada por injúria por preconceito baseada em intolerância religiosa dentro da casa do Big Brother.

De acordo com o UOL a assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro explicou que está marcado para Paula comparecer na quarta-feira para prestar depoimento. Há, no entanto, a possibilidade do delegado Gilbert Stivanello adiantar para terça-feira, mas isso só será acertado na segunda. Ele é o mesmo delegado que queria entrar na casa para interrogar a sister no confinamento.

De acordo com o delegado que conduz o caso, se Paula por considerada culpada, ela pode pegar até três anos de pena.

Entenda o caso

Em uma conversa entre a mineira e os participantes Diego e Hariany, no dia 6 de fevereiro, Paula disse ter medo de Rodrigo por ele ter contato “com esse negócio de Oxum” e garantiu: “Nosso Deus é mais forte”.

Na época do acontecimento, o delegado GIlbert Stivanello afirmou : “Ela é investigada por conta dessas falas e vou confrontar o que ela disse no programa com o que disser pessoalmente. Em muitas outras declarações, não vejo tipificação de crime. Elas (falas) podem ser politicamente incorretas. O interrogatório vai ajudar bastante a elucidar essa história”.

Veja o vídeo:

SBD Jetta
RET Desktop Jetta

Siga RJ nas Redes Sociais