Acontece

Universidade de Oxford terá duas sedes no Brasil

Imagem: Cyrus Mower Photography/Divulgação
O diretor do Grupo de Vacina de Oxford, Sir Andrew Pollard, chegou ao Brasil na última segunda-feira (6) para acertar os detalhes da unidade

O Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga, firmou na última segunda-feira (6), a parceria com a Universidade de Oxford para a instalação de duas sedes no Brasil, ambas no Rio de Janeiro. Esta será a primeira do prestigiado centro britânico nas Américas e terá como fator principal, a produção de pesquisas, desenvolvimento de medicamentos e vacinas.

A cerimônia aconteceu no Centro Cultura do Ministério da Saúde, no Rio, e contou com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson, e o secretário de Saúde do Estado do Rio, Alexandre Chieppe.

Segundo Sir Andrew Pollard, diretor do Grupo de Vacina de Oxford, a parceria no desenvolvimento da vacina de Oxford/AstraZeneca foi um dos motivos para a escolha da unidade no Brasil. “Os brasileiros deram uma contribuição imensa para proteger a humanidade contra o coronavírus com a assistência e desenvolvimento do imunizante. A vacina da Oxford não existiria se não fossem os pesquisadores e voluntários brasileiros que tomaram parte nos testes”, afirmou ele em visita ao país.

A sede do Instituto Carlos Chagas será a base da equipe para pesquisas e cursos. O primeiro curso será sobre Doenças Infecciosas; o segundo, em parceria com a Universidade de Siena, na Itália, será de Vacinologia e Desenvolvimento Clínico.

Em relação a outra unidade, ela estará focada nos projetos em parceria com o Ministério da Saúde e ficará no Centro Cultural do Ministério da Saúde, na praça Marechal Âncora.

Leia mais

Ator Marcos Oliveira, o Beiçola, é internado em hospital no Rio

A direção da nova unidade ficará por conta da pesquisadora e professora brasileira Sue Ann Clemens, ela será responsável por trazer os estudos da vacina Oxford/AstraZeneca ao Brasil, e diretora do primeiro mestrado em vacinologia do mundo, na Universidade de Siena.

A unidade está prevista para ser instalada no primeiro semestre de 2022 e terá o apoio do governo britânico, apoio científico da Universidade de Siena, na Itália,do Institute for Global Health e do Internacional Vaccines Institute.

Com informações de OGlobo.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz