Acontece

Daniel Alves muda versão pela terceira vez em caso de estupro

Daniel Alves - Foto: Reprodução/Instagram
Nesta quarta-feira (8), jogador admitiu, pela primeira vez, que houve penetração vaginal

Daniel Alves, que está preso desde o dia 20 de janeiro, acusado de estupro e agressão, mudou, pela terceira vez, sua versão sobre o episódio. Nesta quarta-feira (8), o jogador admititu que houve penetração vaginal, ato que até então negava. Aliás, segundo o jornal “El Tiempo”, com o novo depoimento, a situação de Dani Alves se complica.

Leia Mais

Ex-repórter da Globo processa a emissora por assédio moral

Com isso, a investigação gira agora em torno de averiguar se essa penetração foi ou não consensual. A vítima que teria sido abusada sexualmente por Daniel Alves afirma que a penetração não foi consensual. Aliás, o crime teria ocorrido sem preservativo e, por isso, ela está tomando remédios para prevenção de infecções sexualmente transmissíveis, além de pílulas para conseguir dormir à noite.

As constantes mudanças de versões do atleta, em contrapartida ao depoimento da jovem, que permanece o mesmo, colocam em cheque o futuro de Dani Alves no futebol. Além disso, vale lembrar que a justiça da Espanha negou, por duas vezes, o pedido da defesa do jogador para que ele responda ao inquérito em liberdade.