O setor de confecção de roupas é um dos que está sofrendo. (Foto: Reprodução/WTVA)
Acontece

Setores que não fabricam prioridades sofrem durante isolamento

As indústrias de calçado e vestuário apresentaram quedas significativas em seus números

Muitos setores da indústria estão sofrendo com a queda de arrecadação nesta quarentena, o que pode revelar novos hábitos de consumo pós-pandemia. Mas, por enquanto, só ilustra a mudança nas prioridades do consumidor durante o período de isolamento.

Leia mais

Harry e Meghan celebram bodas com comida mexicana e videochamadas

A indústria de calçados está com fábricas paradas. (Foto: Agência CNI)

De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor de calçados apresentou uma queda de 41 pontos percentuais nos últimos dois meses. Atualmente, 66% da capacidade das fábricas está parada. Uma situação bem difícil e com pouca perspectiva de recuperação a curto prazo.

O setor de vestuário também está tendo saldos negativos durante a quarentena. (Foto: Reprodução/Exame)

Outra indústria que têm sofrido muito é a de vestuário. Ainda segundo levantamento da CNI, 70% das confecções estão paradas depois de uma queda de 37 pontos percentuais. Pelo visto, comprar roupa e sapato não é a prioridade do consumidor neste período de pandemia.