Gilberto Dimenstein - Foto: Reprodução/YouTube
Acontece

Morre, aos 63 anos, o jornalista e escritor Gilberto Dimenstein

Autor de mais de 10 livros e fundador do Catraca Livre, ele lutava contra um câncer no pâncreas

O jornalista e escritor Gilberto Dimenstein morreu em São Paulo, nesta sexta-feira (29). Autor de mais de 10 livros, ele foi ganhador de prêmios literários e fundador do site Catraca Livre. Desde 2019 Dimenstein lutava contra um câncer no pâncreas. Em abril, aliás, ele dizia viver o momento mais difícil de sua vida.

Gilberto Dimenstein – Foto: Divulgação

“Morre hoje, 29, o jornalista Gilberto Dimenstein. A luta contra o câncer levou o fundador da Catraca Livre, mas sua determinação em construir uma comunidade mais igualitária, saudável e gentil, continua nesta página”, diz uma postagem publicada no perfil do Catraca Livre nas redes sociais.

Leia Mais

Aracy Balabanian testa negativo para Covid-19, mas segue internada

Paulistano e de origem judaica, Dimenstein se formou em jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, na capital paulista. Em 1994, publicou “O Cidadão de Papel”, que ganhou os Prêmios Jabuti e Esso de melhor livro de não-ficção daquele ano. Além disso, trabalhou como colunista no jornal “Folha de S. Paulo” e como comentarista da rádio CBN, dos quais se desligou para se dedicar a um projeto particular, o site Catraca Livre, uma plataforma multimídia de jornalismo educativo que divulga atividades culturais gratuitas em São Paulo.