Tiffany & Co. e Louis Vuitton - Foto: Divulgação
Moda

Após fracasso em compra, cresce tensão entre LVMH e Tiffany

A compra bilionária não se concretizou e as marcas entraram na justiça

A tensão entre a LVMH e a Tiffany & Co. cresceu nos últimos dias. Tudo começou quando o grupo francês, dono da Louis Vuitton, retirou sua proposta de compra bilionária da joalheria na quarta-feira (9). A justificativa foi de que o governo da França lhe pediu que adiasse a transação por causa de uma disputa tarifária com os Estados Unidos.

A joalheria ganhou fama com o filme “Bonequinha de Luxo” – Foto: Divulgação
Louis Vuitton – Foto: Divulgação
Leia Mais

Cinemark reabre primeira unidade em SP desde o início da pandemia

Mas na quinta-feira (10), a LVMH afirmou que pretende entrar na Justiça contra a Tiffany. Isso porque a joalheria teria cometido falhas de gestão durante a crise do coronavírus, como a distribuição de dividendos em momento de prejuízos. Os problemas, segundo o grupo, não teriam dado alternativa além de abandonar o negócio. Enquanto isso, a Tiffany & Co. já havia procurado a Justiça de Delaware, nos Estados Unidos, para obrigar a LVMH a cumprir o acordo firmado entre as duas. Aliás, o valor de compra firmado entre as marcas equivale a US$ 16 bilhões, cerca de 85 bilhões de reais.

Siga RJ nas Redes Sociais