Acontece

Padre ortodoxo é ferido a tiros em Lyon, na França

Padre ortodoxo é baleado em Lyon, na França - Foto: Divulgação
Governo francês, que havia aumentado o alerta antiterrorismo, divulgou um comunicado de “evento grave de segurança”

Um padre ortodoxo grego foi baleado e ferido neste sábado (31) em uma igreja no centro de Lyon, cidade ao sul da França. O autor dos disparos fugiu na sequência, afirmou a polícia e uma testemunha. O clérigo foi baleado duas vezes por volta das 16h (12h, horário de Brasília) ao fechar a igreja. Ele recebeu tratamento no local, ainda consciente, mas seu estado é grave. A polícia isolou imediatamente a área. O crime, aliás, ocorre dois dias após um atentado terrorista que deixou três mortos, entre eles uma brasileira, na Basílica de Notre-Dame, em Nice.

Polícia investiga ataque em igreja ortodoxa grega em Lyon – Foto: Nicolas Liponne/EPA
Leia Mais

Capela N. Senhora das Graças, no IRB, volta a receber missas

O governo francês, que havia aumentado o alerta antiterrorismo, divulgou um comunicado de “evento grave de segurança”, mas não há informações sobre a motivação do ataque deste sábado (31). Além disso, O presidente Emmanuel Macron enviou milhares de soldados para proteger lugares como locais de culto e escolas, e ministros do governo alertaram que outros ataques extremistas poderiam acontecer.

Segundo jornalistas que cobrem o caso em Lyon, terceira maior cidade da França, o agressor estava sozinho, deu dois tiros com uma espingarda de cano serrado e fugiu. Ele foi descrito à emissora Franceinfo como “um indivíduo do tipo mediterrâneo, com cerca de 1,90, vestido com uma longa gabardina preta e usando um boné preto”. Além disso, segundo a imprensa local, o padre afirmou que não o conhecia.

Lyon é uma cidade com grande número de imigrantes de outros países da Europa, como Itália, Espanha e Portugal, e do Norte da África. Líderes religiosos vinham expressando preocupação com o aumento de intolerância e racismo na cidade, antes conhecida como exemplo de convivência pacífica entre diversos credos. Houve incêndios criminosos em locais de culto muçulmano, pixações antissemitas e ataques a livrarias e templos cristãos de diferentes denominações. Aliás, no começo de setembro, nove líderes (muçulmanos, judaicos, católicos e protestantes) assinaram artigo pedindo o fim das agressões e a volta da união, no jornal regional Le Progés​.

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz