Acontece

Esteticista se apresenta à polícia após morte de paciente; veja

Esteticista
Foto: Reprodução/TV Globo
Natalia Becker foi indiciada por homicídio com dolo eventual

Natalia Becker, dona da clínica de estética em que o jovem Henrique, de 27 anos, morreu após o procedimento “peeling de fenol”, prestou depoimento à Polícia Civil de São Paulo nesta quarta-feira (5), dois dias após a morte do paciente.

A esteticista foi indiciada por homicídio com dolo eventual – quando a pessoa não tem intenção, mas assume o risco de produzir a morte.

“Estavam sendo muito difíceis esses dias para mim. Estou muito triste pelo que ocorreu. Sinto muito pela família dele. Acabou com a minha vida isso, jamais tive a intenção de prejudicar ele”, disse Natalia à imprensa.

A defensora da esteticista disse que Natalia Becker faz o procedimento desde o final de 2023 e formou-se por meio de cursos online.

“A polícia entende que o crime foi infringido é homicídio na modalidade dolosa [dolo eventual], não pelo fato de a autora ter tido vontade no resultado morte, mas por ter aceitado, de certa forma, o risco de ter produzido a morte”, explicou o delegado Eduardo Luis Ferreira, do 27º DP.