Acontece

Campanha inspirada em Taís Araujo une mulheres negras pelo país

Taís Araujo - Foto: Reprodução/Instagram.
Ação foi lançada em meio ao movimento "Julho das Pretas".

Se tem algo que a atriz Taís Araujo faz é ser inspiração para milhares de meninas e mulheres. Nas últimas semanas, uma ação iniciada pela artista mobilizou famosas e fez surgir, também, um movimento que reúne profissionais de todo o Brasil em busca de um único objetivo: representatividade.

Por meio da campanha “Negras que Movem”, um grupo de aproximadamente 30 mulheres de diferentes estados e carreiras se uniram para divulgar seus projetos, fazer negócios entre si e influenciar mais profissionais a fazerem o mesmo.

Leia mais

Maju narra e celebra lançamento de audiolivro sobre Michelle Obama

“Nós vimos a publicação que Taís Araujo fez nas redes sociais homenageando a atriz Isabel Fillardis e percebemos como isso ganhou força. Muitas atrizes negras entraram na campanha e também falaram sobre a importância de Isabel e da própria Taís em suas trajetórias. Então, pensamos: por que não criarmos essa rede e mostramos mulheres negras que estão por aí movendo diversas áreas profissionais, desde o Direito à Economia, da Tecnologia à Aviação?”, explica a publicitária Luciane Reis, criadora do canal “MercAfro” e uma das integrantes do projeto. Ao lado da designer Taís Nascimento e da marketeira digital Vitorí da Silva, ela organiza o primeiro mês de ações do grupo.

View this post on Instagram

Essa é a Tais. Eu cresci assistindo ela na tv, estampando capas de revistas e protagonizando campanhas de beleza. Ela me ajudou a construir minha autoestima e a crer que era SIM possível. Os anos foram passando e o q era sonho de menina, se realizou : Nos conhecemos em 2013. De lá pra cá, muitas trocas, muitos aprendizados (meus e dela) e tb muitas divergências, mas, a cima de tudo, muito respeito e admiração por toda sua história e trajetória. Dona Ruth abriu portas, Zezé passou, Isabel chegou e Tais firmou ponto. Construindo novas possibilidades para milhares de meninas pretas. Cresci admirando, me espelhado e tb projetando meus sonhos nela. Hoje, sigo admirando e não projetando tanto assim. É importante. Faz parte do amadurecimento. Antes de qualquer estreia minha, trocávamos telefonema que sempre encerrava com a seguinte frase dela : ‘Acalma seu coração’. Antes de estrear “amor de mãe”, liguei com o mesmo intuito, mas, a conversa foi diferente. Eu disse : To com medo dessa porra, “horário nobre”. E agora? Ela virou pra mim e disse : “eu tb To com medo”. Uma parte minha achou estranho ouvir aquilo, eu tava esperando a frase emblemática: “acalma seu coração”. Mas, outra parte, celebrou. Foi a primeira vez q consegui olha-la e enxergar sua fragilidade. E foi LINDO ver de tão perto, toda sua desconstrução e entrega para dar vida a ‘Vitória’ em #amordemae 💜🌿✨ Hoje, eu olho e vejo : uma mulher potente, linda, versátil, talentosa, que tb tem medo, q erra, q acerta e está sempre em movimento. Uma mulher humana. Uma #atrizqueinspira👸🏾 #Repost @fillardis Quem olha pra gente acha que somos irmãs. Não. Não somos. Pelo menos não nessa vida rs. Ou acha que somos primas. Não somos rs. Conheço Taís , pra mim a “Tatá”, há décadas, e num dado momento de nossas vidas, algumas vírgulas fizeram a distância física tomar conta. Mas, nem a distância física , nem pessoas maldosas conseguiram interferir em algo forte: O AMOR. Acompanho e vejo ela crescer por mérito , talento,dedicação ,noites de sono sem dormir, lágrimas no travesseiro que só ela sabe onde escoar. Taís me inspira com sua valentia, audácia , impetuosidade, e talento. E ela võa…e vai voar mais. (…)

A post shared by Jéssica Ellen (@jessicaellen) on

No perfil do Instagram, que leva o mesmo nome da campanha, são compartilhadas as histórias dessas profissionais. Além disso, também é disponibilizada uma forma de contato, para viabilizar as possíveis parcerias que venham a surgir. “No grupo há mulheres das mais diferentes carreiras, então é muito provável que você se identifique com alguma delas ou que necessite de algum serviço oferecido. É muito importante também mostrar essas histórias, de profissionais negras que estão fazendo sucesso pelo país, para que cada vez mais mulheres negras saibam que o local delas também é naqueles espaços”, comenta a repórter do site Roberta Jungmann Jaqueline Fraga, autora do livro “Negra Sou: a ascensão da mulher negra no mercado de trabalho” e que ao lado da educadora física Jéssica Remédios apoia as ações de comunicação do grupo.

Jaqueline Fraga é autora do livro-reportagem “Negra Sou” – Foto: Guga Renato.
Leia mais

Livro Negra Sou retrata mulheres negras em profissões de destaque

As profissionais que fazem parte do projeto se conheceram por meio do Programa Marielle Franco, promovido pelo Fundo Baobá para a Equidade Racial. “O programa busca acelerar o desenvolvimento de lideranças femininas negras. Muitas de nós não nos conhecemos pessoalmente, já que é um grupo nacional, mas sentimos a necessidade de compartilhar nossas histórias e assim incentivar mais mulheres a se enxergarem em profissões que muitas vezes ainda são mais ocupadas por pessoas brancas”, comenta Taís Nascimento.

O “Negras que Movem”, aliás, nasce em meio ao movimento “Julho das Pretas”, que celebra o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, comemorado no próximo dia 25. Segundo as organizadoras, o objetivo é que no futuro mais mulheres integrem a equipe e tenham seus trabalhos divulgados na plataforma.

“Começamos com esse grupo de 30 mulheres, mas sabemos o potencial que podemos alcançar, justamente por sabermos que somos milhares de mulheres negras movendo o país. Queremos contar essas histórias e queremos que elas se multipliquem cada vez mais”, destaca Vitorí da Silva.

Grupo se conheceu por meio de Programa Marielle Franco – Foto: Divulgação

Por se tratar de um movimento coletivo, a ideia é que nos próximos meses outras integrantes estejam à frente da coordenação do projeto. “Nós fazemos tudo em conjunto. Somos dezenas de mulheres atuando em diversas áreas e produzindo diferentes conteúdo. Tivemos uma equipe coordenando as ações para o ‘Julho das Pretas’ e nos próximos meses outras mulheres devem assumir essa função”, explica Jéssica Remédios.

Todos os detalhes sobre o grupo podem ser obtidos pela página no Instagram (@negrasquemovem).

Dünyaya açılmak için hala neden bekliyorsunuz?

Türk takipçi

Günümüz de en önde giden sosyal medya platformlarından olan instagram ile günümüzün uzun bir süresini geçiriyoruz tabiki bu durumda ise birşeyler paylaştığımız vakit beğenilmek istiyoruz. yüzler ce binlerce takipçisi olan arkadaşlarınızdan yada rakip iş yeri sahiplerinizden önde olmak istemezmisiniz? eğer bunları düşünüyor ve siz de sosyal medya da satış yaparak para kazanmak istiyorsanız sizi https://instagramaktiftakipci.com/turktakipci/ bekliyoruz